Sono e Dor de Cabeça

A relação entre sono e dor de cabeça (cefaleia) tem sido citada informalmente e na literatura médica há mais de um século. Muitos textos clínicos chamam a atenção para a importância do sono como um fator precipitante da dor de cabeça.Curiosamente, o sono também é visto comumente como um agente paliativo, e a grande maioria dos pacientes com enxaqueca diz que escolhe dormir ou descansar por causa da dor de cabeça.

Os distúrbios do sono e as dores de cabeça são comuns em toda a população e muitas vezes coexistem no mesmo indivíduo, ou seja, existe uma clara associação entre ambos, especialmente quando as dores de cabeça acontecem durante a noite ou pela manhã cedo.

Existem poucos estudos que examinaram a relação entre o Despertar Noturno com Cefaleia (DNC) e os distúrbios do sono. Pesquisadores afirmam que as dores de cabeça que despertam as pessoas durante a noite são resultado de um sono noturno interrompido ou pelos seguintes fatores subjacentes que perturbam o sono: Síndrome da Apneia Obstrutiva do Sono (SAOS), Síndrome das Pernas Inquietas (SPI) ou Movimentos Periódicos das Pernas durante o sono, Insônia, Depressão / Ansiedade.

Na tentativa de explorar ainda mais esta questão, uma vertente do EPISONO (Estudo Epidemiológico do Sono, do Instituto do Sono/Unifesp) avaliou a importância de cinco categorias de fatores relacionados ao despertar noturno com cefaleia.

O objetivo do estudo foi determinar a prevalência do DNC, independentemente do tipo de dor de cabeça. Tal queixa foi examinada em relação a componentes sociodemográficos, distúrbios do sono e seus parâmetros, desempenho diurno (níveis de ansiedade e depressão, sonolência, fadiga) e qualidade de vida.

A presença do despertar noturno com cefaleia foi avaliada utilizando-se o Questionário de Sono da UNIFESP e complementada com a realização da Polissonografia “full-night” para cada indivíduo, algo inovador para esse tipo de pesquisa.

Na população de São Paulo o DNC esteve predominante no sexo feminino, na faixa etária entre 50 e 59 anos, e fatores de risco tais como obesidade, ansiedade, Bruxismo, Síndrome das Pernas Inquietas, Insônia e Pesadelos foram identificados como componentes desta condição.

Intrigantemente, a associação entre DNC e SAOS não foi observada. Os dados encontrados ressaltam que o despertar noturno com cefaleia tem características específicas e parece ser um tipo diferente de fenômeno, corroborando a hipótese de que as alterações na arquitetura do sono podem desempenhar um papel relevante na cefaleia matutina dos pacientes com variados distúrbios do sono.

Era de se esperar que houvesse prejuízo no desempenho diurno de indivíduos com DNC por conta das queixas de sono ruim. De fato, encontrou-se uma relação entre DNC e sonolência diurna, fadiga, diferentes níveis de ansiedade (leve, moderada e grave) e depressão (moderada e grave).

A pesquisa também sugere que o despertar durante a noite com dor de cabeça seja um indicador de sono de má-qualidade e baixa qualidade de vida.

Conclui-se que múltiplos fatores podem estar envolvidos na queixa do despertar noturno com dor de cabeça. Os médicos devem estar cientes da necessidade da realização de uma extensa entrevista do paciente para que seja possível identificá-los.

Referência:

Ligia Mendonça Lucchesi et. al
“Nocturnal awakening with headache and its relationship with sleep disorders in a population-based sample of adult inhabitants of São Paulo City, Brazil”
Cephalalgia May 1, 2011 31: 829-836

Publicado por: pmarsiglio